Declarações de Fernando Santos, selecionador português, à RTP, após a derrota frente à Ucrânia (2-1), em Kiev, de qualificação para o Euro 2020.

"O jogo tornou-se complicado. Entrámos bem, com um par de oportunidades, eles foram lá e fizeram o golo. Tivemos um período menos bom, porque eles seguram bem a bola. Mas a equipa procurou reagir e foi para cima, mas houve situações em que não estivemos tão bem. Mas, sempre que a Ucrânia foi lá, tivemos dificuldades. Abusámos demasiado do jogo interior e não foi isso que trabalhámos, porque o Guedes até entrou para se jogar mais pelas linhas."

"Ao intervalo tentei retificar e as coisas melhoraram um pouco. Apesar de termos saído para o intervalo com um resultado injusto, deveria estar 2-1 e não 2-0. Jogámos muito com o coração e menos com a cabeça e foi isso que transmiti ao intervalo. Pedi para entrarem com mais cabeça e que fossemos fortes em termos defensivos, como sempre fomos, manter a concentração e deixar os avançados à vontade. Principalmente depois de fazer o 2-1, tínhamos condições para empurrar o adversário lá para trás, mas houve demasiado coração para pouca cabeça."

"Vamos estar no Campeonato da Europa 2020, de certeza."

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.