Pepe foi o jogador a dar a cara na antevisão do embate da seleção nacional frente à Ucrânia. O central português não espera facilidades e teceu rasgados elogios ao adversário.

Ucrânia

"A Ucrânia é muito forte coletivamente, procura muito o jogo entre linhas, é forte no jogo aéreo, tem bons jogadores que rematam fora da área. Temos de estar focados naquilo que temos de fazer para poder fazer o que o treinador nos pede e fazer um resultado positivo."

Mudar a identidade da equipa?

"O mister [Fernando Santos] desde que chegou pediu-nos sempre para sermos nós próprios. Representamos um pais humilde, trabalhador. Foi assim durante estes 4 ou 5 anos. Conseguimos coisas muito boas. Precisamos de trabalho, dedicação e espírito de equipa para vencer amanhã."

Diferenças para o Luxemburgo?

"Obviamente, que são seleções diferentes, jogadores e estratégias diferentes. Contra o Luxemburgo jogámos em casa, amanhã jogamos fora, com 60 ou 70 mil no estádio, mas estamos habituados a estes grandes jogos. Hoje em dia temos de trabalhar muito, só a qualidade não chega. Temos de trabalhar mais, correr mais, ganhar mais duelos e vamos tentar fazer isso amanhã."

Empate com a Ucrânia no arranque da qualificação

" Tive a possibilidade de jogar esse jogo e disse que a Ucrânia tinha muita qualidade. Amanhã também vai ser muito complicado porque eles têm muita qualidade. São uma seleção muito parecida com Portugal. Por isso espero que amanhã estejamos preparados para desempenhar o nosso trabalho".

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.