O defesa Costinha afirmou hoje que a seleção portuguesa de futebol de sub-19 vai manter-se fiel à sua identidade na final do Europeu da categoria, diante da Espanha, assumindo que erguer o troféu “seria uma coisa do outro mundo”.

“O grupo está bem, está a passar um bom momento. Estamos todos preparados para jogar a final e ganhar”, disse o defesa, de 19 anos, um dia depois de Portugal ter assegurado o apuramento para a final do Euro2019, na Arménia.

O lateral direito, que foi titular na meia-final com a República da Irlanda (vitória por 4-0), antecipou um duelo “difícil” com a Espanha, mas garantiu que a ‘equipa das quinas’ não vai alterar o modelo de jogo.

“A Espanha gosta muito de ter a bola, mas vamos ser fiéis à nossa identidade de jogo. A nossa união de grupo vai sobressair e vamos fazer de tudo para sairmos felizes da final”, referiu.

Costinha assumiu mesmo que a conquista da prova seria o concretizar de um “sonho”: “Estamos muito perto de tornar o sonho em realidade. É um sonho para toda a gente. Eu nem sonhava vir uma primeira vez à seleção, portanto, ganhar um Europeu seria uma coisa do outro mundo.”

O lateral salientou a importância de ter atuado com regularidade pela equipa de sub-23 do Rio Ave na última época, numa “liga muito competitiva”, que lhe permitiu “melhorar” vários aspetos do jogo.

Portugal, detentor do título europeu de sub-19, vai defrontar a Espanha na final do Campeonato da Europa, no sábado, a partir das 17:30 (hora de Lisboa), em Erevan.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.