Portugal, com quatro títulos em 12 finais, e Espanha, campeã 10 vezes em 14 jogos decisivos, vão encontrar-se pela primeira vez na final de um campeonato da Europa de futebol de sub-19, no sábado, em Erevan, na Arménia.

A formação das ‘quinas’, detentora do título, garantiu a presença na sua 13.ª final, e terceira consecutiva, depois de 2017 e 2018, ao golear a República da Irlanda por 4-0, enquanto a Espanha assegurou a 15.ª, ao bater a França por 4-3, nos penáltis, após 120 minutos sem golos, em Erevan, capital da Arménia.

Vítor Ferreira, aos 31 minutos, de grande penalidade, e um ‘hat-trick’ de Gonçalo Ramos, aos 45+2, 59 e 90+6, selaram o apuramento do ‘onze’ de Filipe Ramos, vencedor do Grupo A sem derrotas – 3-0 à Itália, 1-1 com a Espanha e 4-0 à Arménia.

Portugal e Espanha vão, assim, reeditar o encontro da segunda jornada da fase de grupos, em 17 de julho, dia em que os espanhóis marcaram primeiro, por Miranda, aos 41 minutos, com reposta da seleção lusa na segunda parte, aos 49, por Fábio Vieira.

No sábado, Portugal vai tentar conquistar o seu quinto título europeu no escalão, depois dos arrebatados em 1961, então no Torneio Internacional de Juniores, em 1994 e 1999, nos sub-18, e no ano passado, já em sub-19, em Seinajoki, na Finlândia, ao derrotar a Itália por 4-3, após prolongamento, na final.

Além do desaire com a França, em 1997, Portugal também saiu derrotado nas finais de 1971 (pela Inglaterra), 1988 e 1990 (União Soviética), 1992 (Turquia), 2003 (Itália), 2014 (Alemanha) e 2017 (novamente Inglaterra).

Por seu lado, a Espanha venceu a prova por 10 vezes (1952, 1954, 1995, 2002, 2004, 2006, 2007, 2011, 2012 e 2015) e perdeu ainda as finais de 1957, com a Áustria, de 1964, com a Inglaterra, de 1996 e 2010, ambas com a França.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.