O defesa Levi Faustino considerou hoje que a seleção portuguesa de futebol sub-19 vai enfrentar um grupo "muito complicado" no Europeu que arranca em julho, na Arménia, realçando a importância de iniciar a competição com uma vitória.

"Espero que sejam dias muito bons para mim e para o nosso grupo. Espero que a equipa cresça muito e que trabalhe bem para chegarmos bem preparados ao Europeu", afirmou o jogador do FC Porto, citado pela Federação Portuguesa de Futebol (FPF).

E acrescentou: "Temos um grupo muito competitivo, com muita qualidade, e, para já, por aquilo que eu vi, parece-me um grupo muito unido. Espero que seja um estágio produtivo, que a equipa cresça, e espero que, quando começar o Campeonato da Europa, comecemos da melhor maneira, com uma vitória".

O jogador de 17 anos, o mais novo deste grupo comandado por Filipe Ramos, revelou que foi "muito bem recebido" nos sub-19 da equipa das ‘quinas’, até porque já conhecia alguns jogadores do FC Porto e outros futebolistas que consigo jogaram nos escalões mais jovens das seleções (sub-15, sub-16, sub-17 e sub-18).

"Sou o mais novo, é normal que haja algumas brincadeiras em que vou ter que sofrer, mas é tranquilo, já estou preparado para isso", lançou, bem-disposto, Levi Faustino, no segundo dia de trabalho na Cidade do Futebol, em Oeiras.

Sobre os adversários que Portugal vai defrontar no Europeu, o defesa central do FC Porto sublinhou que se trata de um "grupo difícil", destacando a qualidade de Itália e Espanha, bem como o fator casa que vai jogar a favor da Arménia.

Na sexta-feira, o primeiro dia de estágio, os campeões europeus Cristiano Ronaldo (futebol) e Francis Obikwelu (atletismo), deslocaram-se à Cidade do Futebol para conviver com os futuros craques do futebol português.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.