O Leicester qualificou-se hoje para os oitavos de final da Taça de Inglaterra de futebol ao vencer em casa o Derby County, do segundo escalão, por 3-1, após prolongamento, em jogo de desempate forçado pelo 2-2 registado em Derby.

O Leicester está em 16.º lugar na ‘Premier League’, com 21 pontos, dois lugares acima da ‘linha de água’, depois de se ter sagrado campeão na época passada, proeza que surpreendeu o mundo do futebol, mas atravessa uma crise de resultados que colocam a equipa em risco de descida à ‘Chmapionship’.

Talvez por essa razão, Claudio Ranieri decidiu poupar vários habituais para esta partida na Taça para se concentrar em assegurar a manutenção, deixando de fora habituais titulares como o guarda-redes Kasper Schmeichel, o capitão Wes Morgan, os argelinos Riyad Mahrez e Islam Slimani, e o ponta de lança Jamie Vardy.

Depois de uma primeira parte equilibrada, o Leicester abriu a segunda com o golo do médio galês Andy King, mas o Derby County chegou ao empate aos 61 minutos, pelo guineense Abdoul Camara, na execução feliz de um livre direto, com a bola a desviar de trajetória na barreira e a enganar o guarda-redes alemão Robert Zieler.

Aparentemente, a estratégia de Ranieri foi lançar as suas principais ‘armas’ numa fase mais adiantada do jogo, poupando-as ao desgaste, numa fase do jogo em que o Derby County já acusava algum cansaço.

Começou por lançar o argelino Riyad Mahrez aos 81 minutos, depois Islam Slimani e o nigeriano Wilfred Ndidi, alterações que se viriam a revelar decisivas, com o último a fazer o 2-1 aos 94, num remate de fora da área que embateu no poste antes de entrar, e o jovem Demaral Gray a liquidar qualquer veleidade de recuperação ao Derby County, aos 114, numa grande jogada individual.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.