A seleção cabo-verdiana de futebol feminino parte hoje para a Guiné-Bissau, onde no sábado vai defrontar a sua congénere guineense, que há seis meses apadrinhou a estreia da equipa de Cabo Verde.

Para esse encontro particular, a seleção feminina de Cabo Verde treinou durante esta semana na cidade da Praia e na terça-feira realizou um jogo-treino com uma equipa da Praia e venceu por 4-0.

A selecionadora cabo-verdiana, Silvéria 'Nita' Nédio, convocou as mesmas jogadoras que em 16 de novembro se estrearam frente a Guiné-Bissau, na cidade da Praia.

A treinadora da escola de formação Bola P'Frente, da cidade da Praia, justificou a escolha com o facto de já conhecer todas as jogadoras e de deste então não terem sido realizado qualquer competição no país.

Mesmo assim, mostrou-se confiante numa vitória, agora em Bissau, depois de no seu primeiro jogo da história ter perdido com a Guiné-Bissau, por 1-0, em encontro que foi disputado no Estádio Nacional.

Na altura, e durante uma visita ao Presidente da República de Cabo Verde, Jorge Carlos Fonseca, o chefe da delegação guineense, António Tavares, garantiu que o seu país iria retribuir o convite para um jogo em Bissau.

A intenção do impulsionador do futebol feminino na Guiné-Bissau era que o encontro se realizasse a 08 de março, no dia internacional da mulher, mas vai acontecer dois meses depois, no Estádio Lino Correia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.