Regressado a Portugal depois de canceladas as primeiras jornadas do apuramento sul-americano para o Mundial de 2022 devido ao surto do novo coronavírus, José Peseiro, atual seleccionador principal da Venezuela, regressou a Portugal e está de quarentena, por iniciativa própria, revela esta sexta-feira a Rádio Renascença. O técnico português passou recentemente por vários locais onde a Covid-19 se faz sentir de forma acentuada.

"Passei por locais como Itália e Espanha, onde o vírus alastrou de forma descontrolada, se é que é possível dizer que há algum controlo. Decidi estar em quarentena e é que estou a fazer. Nas últimas cinco semanas, quando ainda pensava fazer convocatória para o primeiro jogo de qualificação para o Mundial, estive em Itália, nomeadamente, Turim, Milão e Brescia, em Espanha, passei por Portugal e depois fui para os Estados Unidos", explicou José Peseiro em entrevista concedida à 'Renascença'.

Na mesma entrevista, Peseiro falou ainda da falta de controlo que encontrou nos aeroportos, numa altura em que o surto já tinha surgido na China. "Estive em Itália entre 11 e 15 de fevereiro. Já se sabia o que se passava na China, mas não houve qualquer controlo, quer nos aeroportos, quer nos comboios que utilizei na deslocação a Brescia. Em Espanha aconteceu o mesmo. Na Europa não tive nenhum controlo. Fui para Atlanta também sem controlo. A primeira vez em que saí do avião e me mediram a febre foi no Panamá. Depois, quando cheguei a Caracas, também tive a temperatura controlada", recordou o técnico.

José Peseiro falou ainda do adiamento das várias competições futebolísticas, entre elas a Copa América, onde a 'sua' Venezuela iria marcar presença, e salientou que todas as questões ligadas às competições futebolísticas devem para já passar para segundo plano. "Entendo que os organizadores das competições devem projetar o regresso do futebol, mas importante, neste momento, é parar esta pandemia. Todos temos responsabilidade individual de fazer tudo ao nosso alcance para não contagiar e não se deixar contagiar", sublinhou.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.