O último fim de semana marcou o tiro de partida para várias equipas europeias na nova temporada, com a disputa da Supertaça em Portugal, Alemanha, Inglaterra e Turquia. Na semana anterior, recorde-se, o PSG (ainda sem Neymar) já havia arrecadado o troféu em França, ao vencer o Mónaco de Leonardo Jardim por 2-1.

Benfica começa a nova época de futebol com a conquista da Supertaça
Benfica começa a nova época de futebol com a conquista da Supertaça
Ver artigo

Em Portugal, depois do ‘triplete’ na época passada, o Benfica voltou a conquistar a Supertaça Cândido de Oliveira pelo segundo ano consecutivo, batendo o V. Guimarães por 3-1. Jonas e Seferovic – primeiro golo oficial do suíço de águia ao peito - consumaram uma entrada fortíssima dos ‘encarnados’ no jogo, com Raphinha a reduzir para os vimaranenses ainda antes do intevalo.

No entanto, Raúl Jiménez, que já havia marcado ao V. Guimarães tanto no campeonato como na final da Taça, voltou a fazer das suas e só precisou apenas de dois minutos - entrou para o lugar de Jonas - para fazer o 3-1 aos 83 minutos, após erro de Raphinha e recuperação de Pizzi.

Com este triunfo, a equipa de Rui Vitória somou o 12.º título nas últimas 16 competições oficiais em Portugal, redimindo-se de uma pré-temporada incostante em termos de resultados.

'Gunners' de vencer na lotaria das grandes penalidades

Arsenal conquista Supertaça Inglesa nas grandes penalidades
Arsenal conquista Supertaça Inglesa nas grandes penalidades
Ver artigo

Em Inglaterra coube ao Arsenal levar o ‘caneco’, após triunfo sobre o campeão Chelsea nas grandes penalidades. Depois de uma primeira parte sem golos, os 'blues' adiantaram-se no marcador por intermédio de Victor Moses, aos 46 minutos, na sequência de um canto.

No entanto, a equipa de Antonio Conte acabou por ficar reduzida a dez unidades por expulsão de Pedro Rodríguez e o Arsenal aproveitou de imediato, com o reforço Kolasinac a fazer o 1-1, de cabeça.

No desempate por grandes penalidades, o Chelsea tentou surpreender e colocou Courtois a bater o segundo penálti. O guardião belga atirou por cima, e logo depois foi Álvaro Morata a rematar ao lado da baliza de Petr Cech. Giroud não falhou e a equipa de Arsène Wenger conquistou o primeiro troféu da época 2017/18.

Bayern vence em jogo louco e com problemas no videoárbitro

Bayern bate Dortmund nos penáltis e vence Supertaça. Renato Sanches entrou aos 84`
Bayern bate Dortmund nos penáltis e vence Supertaça. Renato Sanches entrou aos 84`
Ver artigo

Tal como em Inglaterra, também na Supertaça da Alemanha o vencedor ficou decidido nos penáltis. Depois de uma pré-época atípica, o Bayern Munique conseguiu levar a melhor sobre o Borussia Dortmund, depois de recuperar duas vezes de um resultado desfavorável para acabar por vencer no desempate por grandes penalidades (2-2, 5-4, gp).

Renato Sanches começou no banco de suplentes, mas saltou para o relvado a seis minutos do minuto 90, quando o resultado ainda estava favorável à equipa da casa.

Pulisic colocou a equipa comandada por Peter Bosz em vantegem – foi, de resto, o mais jovem de sempre a marcar nesta competição – mas Lewandowski empatou seis minutos depois. O Dortmund acabou por recuperar a vantagem, aos 71 minutos, num rápido contra-ataque, com Aubameyang a a bater o guarda-redes adversário com um chapéu.

Aos 88 minutos, uma jogada de insistência com várias tabelas deu o empate aos bávaros, num autogolo do esloveno Lukasz Pisczek (2-2). Nos penáltis, o Dortmund voltou a estar em vantagem, depois do fallhanço de Kimmich, mas Sebastian Rode e Marc Batra também falharam, ‘dando’ a vitória ao Bayern.

O encontro ficou também marcado pela existência de “problemas técnicos” com o sistema de videoárbitro, nomeadamente no lance do golo de Lewandowski, aos 18 minutos, depois de uma assistência de Joshua Kimmich, que tinha recebido um passe momentos antes em posição de possível fora de jogo.

Os responsáveis pelo visionamento das imagens não tiveram recurso às linhas que permitem determinar com maior precisão as situações de fora de jogo, ratificando a decisão do árbitro de validar o golo dos bávaros.

Derrota do Besiktas com Pepe e Quaresma 'metidos ao barulho'

O Besiktas, com Pepe e Ricardo Quaresma a titulares, falhou no domingo a conquista da Supertaça turca, ao ser derrotado pelo Konyaspor, por 1-2. O encontro, no entanto, ficou marcado por um episódio caricato com Ricardo Quaresma.

Na sequência da entrada em campo de alguns adeptos e de uma enorme confusão nas bancadas, o internacional português entregou uma faca ao árbitro da partida, depois de ter desarmado um dos ‘invasores’.

Voltando ao jogo, Abdou Traore marcou para o Konyaspor aos 33 minutos, Tosun fez o empate aos 77', mas uma falta de Pepe ao cair do pano resultou numa grande penalidade contra as ‘águias negras’, convertida por Skubic.

‘Mou’ vs CR7 pela Supertaça Europeia

Todas as atenções estão agora centradas na Supertaça Europeia, entre o Real Madrid de Ronaldo e o Manchester United de Mourinho, que terá lugar esta terça-feira, em Skopje (Macedónia).

O internacional português era uma das incógnitas dos ‘merengues’, uma vez que cumpriu apenas dois treinos depois de um longo período de férias, mas soube-se esta segunda-feira que o avançado integra a lista de convocados de Zinédine Zidane.

Os ‘blancos’, de resto, ainda terão de disputar a disputar a Supertaça de Espanha com o Barcelona, duelo que se jogará a duas mãos, nos dias 13 e 16 de agosto, começando em Camp Nou e terminando no Santiago Bernabéu.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.