O futebolista turco Arda Turan foi hoje indiciado pelos crimes de posse ilegal de arma, assédio sexual e agressões e enfrenta uma pena de prisão máxima de 12 anos e meio, noticiou hoje a agência privada DHA

Arda Turan, jogador do Barcelona emprestado na atual temporada ao Basaksehir, ter-se-á envolvido em confrontos com o cantor Berkay Sahin à saída de um popular estabelecimento de diversão noturna de Istambul.

Na origem do incidente terão estado comentários impróprios do futebolista, de 31 anos, à mulher do cantor.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.