O CIES Football Observatory analisou os dados de 35 ligas europeias em termos de posse de bola, percentagem de passes acertados, passes no último terço, oportunidades de golo criadas, oportunidades de golo concedidas e passes permitidos ao adversário no terço defensivo, e mostrou que nem sempre quem manda a nível estatístico é quem está na frente nos respetivos campeonatos, pelo menos nos principais campeonatos europeus.

Em Inglaterra, por exemplo, o Liverpool lidera com oito pontos de avanço sobre o Manchester City, mas é superado pela turma de Josep Guardiola em todos os parâmetros analisados, excepto no número de remates que permite aos adversários. Em Itália assiste-se a cenário idêntico: a Juventus lidera a Serie A, mas no que toca aos dados estatísticos avaliados pelo estudo apenas está na frente em termos de passes efectuados no último terço do terreno.

Estatísticas I Liga: FC Porto tem mais bola e remata mais, Benfica é apenas sexto. 'Águias' mandam na defesa
Estatísticas I Liga: FC Porto tem mais bola e remata mais, Benfica é apenas sexto. 'Águias' mandam na defesa
Ver artigo

Na Alemanha, mais do mesmo. O Monchenglabach está na liderança isolada da Bundesliga, mas em termos estatísticos não surge no "pódio" em nenhum dos itens em análise. E Portugal também segue na mesma toada: o Porto está à frente do Benfica em cinco dos seis parâmetros analisados, mas são as "águias" que lideram, isoladas, a classificação.

Há, naturalmente, excepções. Em França a superioridade do PSG é de tal forma evidente que a turma parisiense, para além de estar na frente da Ligue 1 lidera também em toda a linha a nível estatístico. E, em Espanha, os colossos Barcelona e Real Madrid, que partilham a liderança da La Liga, mandam também em praticamente todos os dados estatísticos em análise neste estudo do Observatório do Futebol (a excepção é o número de passes permitidos ao adversário no último terço do terreno, onde quem surge na frente é o surpreendente Getafe).

O estudo evidencia ainda outros aspectos curiosos. Em termos globais, a equipa que apresenta uma melhor percentagem média de posse de bola entre todas as formações das 35 ligas em análise é o Rangers, da Escócia, adversário do Porto na Liga Europa (67,8%), enquanto é precisamente o Porto que lidera a nível global no que diz respeito ao número médio de passes permitidos ao adversário no último terço do terreno de jogo (53,7).

Menos surpreendente será o facto de Ajax e Manchester City estarem no topo das equipas que mais passes conseguem completar terço ofensivo.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.