O futebolista Gabriel Jesus evitou novo empate ao Brasil, depois do 1-1 com o Panamá no Dragão, ao entrar aos 72 minutos para marcar dois golos e dar a vitória no particular frente à República Checa por 3-1.

A seleção brasileira fez uma primeira parte muito fraca, perante uma formação checa que fez quatro remates enquadrados à baliza, obrigando Alisson a três intervenções.

Os checos chegaram, assim, ao intervalo a vencer justamente, graças a um golo do médio David Pavelka, a beneficiar de uma fífia de Marquinhos, que deixou a bola passar entre as pernas.

Só na segunda parte é que a seleção brasileira, sem os portistas Alex Telles e Eder Militão, que não saíram do banco, deu um ar da sua graça, com Roberto Firmino a empatar, aos 49 minutos.

A reviravolta só se consumou nos minutos finais, com os dois golos de Gabriel Jesus, aos 83 e 90 minutos, depois de lançado em campo aos 72, a render Coutinho.

Noutro jogo de preparação hoje disputado, a Argentina, sem Lionel Messi, que se lesionou na derrota por 3-1 frente à Venezuela, na sexta-feira, também sentiu dificuldades para vencer Marrocos, em Tânger.

Os ‘albi-celestes’ triunfaram apenas por 1-0, graças a um golo ‘tardio’ do futebolista do Atlético Madrid Ángel Correa, que entrou aos 62 minutos e faturou aos 83.

Pela ‘seleção das pampas’, alinhou durante os 90 minutos o futebolista do Sporting Marcos Acuña, na posição de lateral esquerdo.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.