A equipa de futebol do Wuhan Zall, da cidade chinesa originária da epidemia de coronavírus, chegou hoje ao Aeroporto de Málaga, cidade espanhola onde vão estagiar, sem apresentar quaisquer sintomas de infeção.

Segundo o ministério da saúde, a equipa da primeira divisão chinesa chegou hoje proveniente de Istambul, onde fez escala depois de partir de Xangai, após ter estado a treinar em Guangzhou, a mil quilómetros de Wuhan, desde 04 de janeiro.

“Constata-se que não há incidências de saúde entre os passageiros, isto é, nenhum apresenta sintomas”, apontaram fontes ministeriais à agência noticiosa EFE.

Cerca de 30 jogadores liderados pelo treinador espanhol José González, que se juntou à comitiva no aeroporto, seguem agora para Sotogrande, onde vão estagiar até 14 de fevereiro, antes do arranque da ‘Superliga’ da China.

Segundo o técnico, a equipa treina “há 25 dias fora de Wuhan”, reiterando que não há “perigo para ninguém” e que o “período de incubação há muito que expirou” em todos os integrantes da comitiva.

“A Junta da Andaluzia estabeleceu o protocolo necessário. Estão a trabalhar em conjunto com o médico da equipa, porque ninguém deseja nenhuma incidência. Estaremos dispostos a submeter-nos a controlos periódicos”, declarou.

Desde o início do mês, um novo coronavírus, que provoca pneumonias virais, foi detetado na China, onde as autoridades já anunciaram mais de 5.900 casos da doença, com 132 mortes registadas.

A origem deste surto de um novo vírus ainda não está completamente esclarecida, sendo que a transmissão pessoa a pessoa já foi confirmada, embora as circunstâncias exatas do modo de transmissão estejam também por esclarecer.

A cidade de Wuhan, onde o surto terá tido início, tem 11 milhões de habitantes – população idêntica à de Portugal – e é a sétima maior cidade da China. Neste momento, a cidade encontra-se em quarentena.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.