O internacional belga Marouane Fellaini testou positivo para o novo coronavírus depois de regressar à China, onde representa o Shandong Luneng.

A revelação foi feita pelo clube e o próprio jogador acabaria por confirmar através das redes sociais.

"Fellaini encontra-se sob observação e a ser tratado numa instalação médica. (...) O clube fará tudo para ajudar o jogador na sua recuperação", informa um comunicado do emblema de Jinan, cidade localizada a cerca de 400 quilómetros de Pequim.

"Caros amigos, fiz um teste de coronavírus e o resultado foi positivo. Atualmente, estou de volta à China e a ser tratado no hospital. Posso garantir que está tudo bem comigo neste momento. Agradeço aos fãs, equipa médica e clube pelo cuidado e atenção. Vou seguir o tratamento e espero voltar ao futebol o mais rápido possível. Por favor, mantenham-se seguros", escreveu Fellaini.

O médio belga, de 32 anos, que jogou vários anos em Inglaterra em vários clubes, entre os quais o Manchester United, sob o comando técnico de José Mourinho, é o segundo caso da Covid-19 no futebol chinês, depois de um jogador brasileiro não identificado, na segunda divisão, num momento em que os campeonatos estão suspensos.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infetou mais de 290 mil pessoas em todo o mundo, das quais mais de 12.700 morreram.

Depois de surgir na China, em dezembro de 2019, o surto espalhou-se por todo o mundo, o que levou a Organização Mundial da Saúde a declarar uma situação de pandemia.

O continente europeu tornou-se o epicentro da pandemia, com a Itália a ser o país do mundo com maior número de vítimas mortais (4.825), o que levou vários países a adotarem medidas excecionais, incluindo o regime de quarentena e o encerramento de fronteiras.

Em Portugal, que se encontra em estado de emergência desde as 00:00 de quinta-feira, a Direção-Geral da Saúde elevou no sábado o número de casos confirmados de infeção para 1.280, mais 260 do que no dia anterior. O número de mortos no país subiu para 12.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.