O Wydad de Casablanca vendeu 60.000 bilhetes para um jogo de futebol virtual contra o coronavírus, informou hoje o clube na sua página de Facebook.

Os ingressos do clube histórico de Casablanca tinham um preço de 30 dirhams (três euros) e foram vendidos na sua totalidade, sendo que a respetiva receita é destinada ao fundo especial criado pelo rei Mohamed VI.

A luta do monarca contra os efeitos económicos da pandemia tem sido bem sucedida, sendo que desde a sua criação já conseguiu triplicar o montante inicial de mil milhões de euros.

Na mesma iniciativa, o Wydad colocou à venda uma camisola especial com o vermelho do clube e o logo da equipa, juntamente com a frase “We stand together”, ou seja, "permanecemos juntos": as camisolas esgotaram em 20 minutos.

A nível global, a pandemia de COVID-19 já provocou mais de 141 mil mortos e infetou mais de 2,1 milhões de pessoas em 193 países e territórios. Mais de 465 mil doentes foram considerados curados.

Em Portugal, morreram 629 pessoas num total de 18.841 confirmadas como infetadas, segundo o balanço feito hoje pela Direção-Geral da Saúde.

A doença é provocada por um novo coronavírus detetado no final de dezembro em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.