O Cruz Azul, treinado por Pedro Caixinha, perdeu hoje a final do Torneio de Abertura mexicano de futebol, ao ser derrotado por 2-0 pelo América, que conquistou o seu 13.º título.

Depois do empate 0-0 na primeira mão, na sexta-feira, no Estádio Azteca, Edson Álvarez fez a diferença, ao ‘bisar’, aos 51 e 90 minutos, impondo a única derrota da temporada no Estádio Azul ao conjunto comandado pelo técnico português.

A poucos instantes do fim do encontro, Caixinha dirigiu-se ao banco adversário e felicitou o treinador do América, Miguel Herrera, com um abraço.

O Cruz Azul, vencedor da fase regular do campeonato, soma oito títulos nacionais (de Abertura e Encerramento), o último dos quais conquistado em 1997.

Esta época, Pedro Caixinha ergueu, pelo Cruz Azul, a Taça do México, ao vencer na final o Monterrey, por 2-0.

Caixinha, de 48 anos, procurava conquistar o primeiro Torneio de Abertura, depois de já ter vencido o de Encerramento em 2014/15, no comando do Santos Laguna, equipa pela qual também alcançou uma Taça do México, na mesma temporada.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.