O PAOK, treinado pelo português Abel Ferreira, operou hoje a reviravolta e venceu por 3-2 na receção ao Olympiacos, comandado por Pedro Martins, em jogo da primeira mão das meias-finais da Taça da Grécia de futebol.

Em Salónica, o encontro teve um arranque absolutamente ‘frenético’, com quatro golos em 12 minutos. O Olympiacos, que contou com o central luso Rúben Semedo entre os titulares, marcou por Hassan, aos três, e Guilherme, aos oito, só que o PAOK repôs a igualdade por Dimitrios Pelkas, aos 10, e pelo ex-sportinguista Josip Misic, aos 12.

O PAOK, vencedor das últimas três edições da Taça da Grécia, acabaria por chegar ao triunfo no segundo tempo, com Pelkas a ‘bisar’, aos 69 minutos, de grande penalidade.

O conjunto de Salónica terminou a partida reduzido a 10 elementos, por expulsão de Dimitris Giannoulis, aos 85 minutos.

No outro jogo das meias-finais, o AEK ganhou vantagem sobre o Aris, ao vencer por 2-1 na receção ao emblema de Salónica, num encontro que foi arbitrado por Artur Soares Dias e que registou um atraso no regresso do intervalo, devido aos protestos dos atenienses perante a atuação do juiz português na primeira parte.

Segundo a imprensa grega, Soares Dias ficou mesmo retido no balneário ao intervalo, dando início à segunda parte com vários minutos de atraso.

Petros Mantalos, aos oito minutos, e Ognjen Vranjes, aos 57, marcaram os tentos do AEK, que contou com o lateral luso Hélder Lopes de início, enquanto o golo do Aris foi apontado por outro português, o extremo Bruno Gama, aos 11, de grande penalidade, lance esse que originou os protestos da equipa de Atenas.

Os jogos da segunda mão das meias-finais da Taça da Grécia estão agendados para 22 de abril.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.