Lionel Messi venceu, na semana passada, a sexta Bola de Ouro da carreira, ultrapassando Cristiano Ronaldo e estabelecendo um recorde no número de galardões conquistados.

Em entrevista ao jornal Corriere dello Sport, Fabio Capello admitiu que o argentino está num patamar superior relativamente aos demais futebolistas e por isso sugeriu um novo modelo de atribuição do prémio da revista France Football.

"A solução é simples. Podemos concordar que Messi faz parte de outra categoria à qual só ele pertence. Não devia competir com outros", começou por dizer o antigo treinador da Juventus.

"Deem-lhe uma Bola de Ouro especial todos os anos e depois decidimos quem é melhor sem contar com ele", observou Capello.

Messi, que repete o galardão conquistado em 2009, 2010, 2011, 2012 e 2015, junta assim esta distinção ao The Best, prémio atribuído pela FIFA que recebeu em setembro passado.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.