A primeira edição do Festival de Cinema de Futebol (Cinefoot), que vai decorrer em Lisboa entre 01 e 03 de fevereiro, conta com um misto de filmes e debates sobre matérias que cruzam o futebol e a sociedade.

"A nossa missão é a promoção dos valores do desporto e, sob o grande chapéu do futebol, queremos discutir os aspetos e temas que cruzam o futebol e a sociedade", realçou Maria Ramilo, da União Europeia Desporto para Todos Portugal (UESPT), organização não governamental que promove o festival com o apoio da Cinefoot Brasil.

Vão ser mais de dez os filmes que vão passar no Cinema São Jorge, oriundos de países como a Alemanha, Brasil, Espanha, Estados Unidos, Nepal e Suécia, além de portugueses, durante os três dias do evento, que vão ser complementados com painéis de discussão sobre o futebol de formação (dia 01), o futebol feminino (dia 02) e o futebol de rua (dia 03).

O antigo internacional português e atual administrador da Benfica SAD, Rui Costa, e a internacional portuguesa e jogadora do Sporting, Ana Borges, são os embaixadores do certame, que contará com a participação de muitas caras conhecidas do mundo do futebol nos debates, e que chega a Portugal para ficar.

"Este é o 'pontapé de saída' do Cinefoot Portugal, mas é nossa intenção dar continuidade nos próximos anos", assegurou Maria Ramilo, avançando à Lusa que já na edição de 2020 é intenção da organização introduzir um concurso para os produtores portugueses.

O preço dos bilhetes é de quatro euros por dia e, além dos filmes e dos debates, os visitantes podem ainda apreciar uma exposição conjunta do Museu Nacional do Desporto e dos museus do Benfica, Sporting e Belenenses.

O Cinefoot Brasil, que apoia o certame português, vai já para a sua 10.ª edição em 2019.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.