O futebolista sueco Zlatan Ibrahimovic, que atuou nos Los Angeles Galaxy (LA Galaxy) nas últimas duas temporadas, despediu-se hoje do clube norte-americano através da sua conta na rede social Twitter, sem desvendar o futuro próximo.

"Cheguei, vi e venci. Obrigado LA Galaxy por me fazeres sentir vivo de novo. Para os fãs do Galaxy: queriam o Zlatan, eu dei-vos o Zlatan. Não precisam de agradecer. A história continua... Agora, podem voltar a ver basebol", escreveu o avançado de 38 anos.

Nas duas épocas que atuou na Major League Soccer (MLS), Ibrahimovic marcou 53 golos e fez 17 assistências nos 58 jogos ao serviço dos LA Galaxy, mas sai dos Estados Unidos sem vencer nenhum título coletivo, naquele que é o clube norte-americano mais vitorioso, com cinco títulos de campeão nacional (2002, 2005, 2011, 2012 e 2014).

'Ibracadabra', como o sueco é conhecido pela magia que espalhou nos relvados ao serviço de clubes como o Malmo, onde se estreou na equipa principal em 1999, Ajax, Juventus, Inter Milão, Barcelona, AC Milan, PGS e Manchester United (o último desafio europeu antes de testar a MLS), venceu 31 títulos ao longo da carreira.

Foi campeão na Holanda, em Itália, em Espanha e em França, tendo vencido igualmente um campeonato do mundo de clubes (Barcelona), uma Supertaça Europeia (Barcelona) e uma Liga Europa (Manchester United, com o português José Mourinho como treinador).

Além disso, Zlatan foi internacional pela Suécia em 116 jogos, tendo marcado 62 golos, sendo o maior goleador da história da seleção nórdica.

Em outubro, o atacante foi homenageado com a inauguração de uma estátua de 3,80 metros de altura e oito toneladas em Malmo, a sua cidade-natal.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.