O ministro da Justiça do Chipre pediu hoje às autoridades que investiguem alegadas manipulações de resultados em cinco jogos, na sequência da notificação da UEFA à federação de futebol daquele país.

Em causa estão três encontros da segunda divisão e outros dois da Taça do Chipre, que levou o ministro de Justiça, George Savvides, a informar o chefe da polícia do seu país, bem como o presidente da federação, pela “grande preocupação de um assunto tão sensível”, vincando “tolerância zero” para a corrupção, relacionada com apostas.

De acordo com a federação de futebol do Chipre, os três jogos da segunda divisão envolvem as equipas da Ermis Aradippou, Digenis Morphou, Onisilos Sotiras, Othellos Athienou e Podosfairikos Omilos Xylotymbou.

Em 2019, todos os jogos da segunda divisão do Chipre foram temporariamente suspensos, depois da UEFA ter suspeitado de apostas ilegais em oito jogos.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.