O PAOK, equipa treinada pelo português Abel Ferreira atualmente na liderança do campeonato grego, corre o risco de descer de divisão por imposição federativa.

Isto porque o presidente do emblema de Salónica, Ivan Savvidis, está acusado de ser o principal acionista do PAOK e do Xanthi, que também alinha na liga grega, algo considerado ilegal no país.

Uma comissão governamental analisou a situação e votou a favor da despromoção dos dois clubes, mas a decisão final cabe ao Conselho de Disciplina.

O Olympiacos, orientado pelo português Pedro Martins, já condenou as práticas de Ivan Savvidis, acusando o dirigente de "manipular a Liga grega com dinheiro".

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.