Jérémy Ménez já brilhou no futebol europeu, mas há três épocas que rumou ao México para jogar no Club América. Esta temporada, os mexicanos já disputaram seis jogos no torneio Apertura, mas o francês ao momento foi apenas convocado por uma vez e tem 20 minutos nas pernas.

Miguel Herrera, técnico do clube onde alinha o ex-Benfica Castillo, explicou o porquê do internacional francês não ser opção regular, apesar de estar apto.

"Podia ser Maradona, Pelé ou Messi, mas se não mudar de atitude não vai jogar. Treina bem, apresenta-se a horas e damo-nos bastante bem, mas nos treinos não tem a intensidade que os companheiros lhe exigem", disse o treinador mexicano, revelando que até os mais jovens treinam com mais intensidade do que Ménez.

"Se não quer [mudar a atitude], prefiro colocar um jovem que não tem nem cinco por cento da qualidade do Jérémy, mas que tem 2000 por cento da sua atitude", atirou o técnico, de 51 anos.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.