Foi um fim de semana agitado para os futebolistas portugueses a competir lá fora: Cristiano Ronaldo marcou pelo 10.º jogo seguido na Serie A, mas não conseguiu evitar a derrota da Juventus, enquanto Renato Sanches continua em alta no Lille e Bernardo Silva e João Cancelo viram o jogo contra o West Ham adiado devido ao mau tempo.

Serie A

Cristiano Ronaldo marcou pelo 10.º jogo consecutivo na Liga italiana, ultrapassando o recorde de David Trezeguet, mas não evitou a derrota da Juventus no terreno do Hellas Verona, por 2-1. O avançado português colocou a ‘vecchia signora’ na frente do marcador aos 65 minutos, num lance todo ele de inspiração individual, ao arrancar com a bola antes do meio-campo, tabelar com Bentancur, para a receber mais à frente, suportar a pressão do central do Verona ao longo de 20 metros para finalizar com um remate não muito forte, mas colocado ao ângulo inferior.

No entanto, a Juventus só se pode queixar de si própria ao permitir a reviravolta no marcador, com golos de Fábio Borini e Giampaolo Pazzini, o segundo de penálti, aos 76 e 86 minutos, respetivamente. A Juventus acabou por ser alcançada na liderança pelo Inter, que venceu o dérbi com o AC Milan por 4-2, depois de ter estado a perder por 0-2. Rafael Leão foi lançado em campo aos 80 minutos, mas não foi a tempo de ajudar os ‘rossoneri’.

Imprensa italiana diz que Ronaldo está "furioso" com mau momento da Juventus
Imprensa italiana diz que Ronaldo está "furioso" com mau momento da Juventus
Ver artigo

Juventus e Inter somam 54 pontos, mais um do que a Lazio, que foi a Parma vencer por 1-0, com um tento do ex-Sporting Caicedo, numa luta pelo título a três que há muito não se via na Serie A. Bruno Alves foi titular no eixo da defesa do Parma e viu o cartão amarelo aos 90+1 minutos.

Já a Roma de Paulo Fonseca somou a segunda derrota seguida e o terceiro jogo sem ganhar na Serie A, ao perder em casa com o Bolonha, por 3-2. A formação romana mantém-se no quinto posto, com 39 pontos, mas vê a Atalanta (venceu a Fiorentina) distanciar-se na luta pelos lugares de acesso à Liga dos Campeões.

Premier League

Numa espécie de paragem em Inglaterra, com meia jornada da Premier League, que se completa no próximo fim de semana, o jogo entre Manchester City e West Ham teve de ser adiado devido ao mau tempo que se faz sentir na região. A nova data ainda não é conhecida.

Afinal que tempestade é esta que tem afetado o desporto a norte da Europa?
Afinal que tempestade é esta que tem afetado o desporto a norte da Europa?
Ver artigo

O Sheffield United-Bournemouth esteve igualmente em risco, mas acabou por se realizar, com vitória para a equipa da casa (2-1), que assim isolou-se provisoriamente no quinto lugar, ultrapassando o Tottenham de José Mourinho, que só joga no próximo domingo.

Nos outros jogos, o Everton somou a segunda vitória consecutiva na Premier League depois de bater o Crystal Palace por 3-1, em Goddison Park, enquanto o Brighton empatou a um golo com o Watford.

La Liga

Em Espanha, Nélson Semedo jogou os 90 minutos do triunfo do Barcelona no reduto do Bétis (3-2), que contou com o regresso de William Carvalho, substituído aos 70’. A formação catalã recuperou de duas desvantagens, para somar apenas a quinta vitória fora, em 12 jogos, muito graças às três assistências de Lionel Messi, que compensaram o seu terceiro encontro consecutivo sem marcar.

Com este resultado, o Barcelona (49 pontos) mantém-se a três pontos do líder Real Madrid (52), que venceu por 4-1 na visita ao Osasuna. O terceiro posto é do Getafe (42 pontos), que no sábado triunfou por 3-0 na receção ao Valência, que teve Gonçalo Guedes em campo desde os 59 minutos.

Sem Diego Costa, Morata e João Félix, o Atlético Madrid venceu o Granada com um golo de Ángel Correa, logo aos seis minutos. Domingos Duarte foi titular e Gil Dias entrou aos 59’ no Granada, que somou a terceira derrota nos últimos cinco jogos no campeonato, ocupando o 10.º lugar, com 30 pontos. Já os ‘colchoneros’ estão no quarto posto, com 39 pontos. Em quinto, com os mesmos pontos, encontra-se o Sevilha de Loperegui, que perdeu em Vigo por 2-1.

Com Rúben Vezo titular, o 11.º classificado Levante venceu por 2-0 na receção ao ‘aflito’ Alavés, que contou com Kevin Rodrigues de início, mantendo o adversário em zona de descida, no 18.º posto, com 18 pontos.

Destaque ainda para Raúl de Tomás, que apontou o quinto golo em cinco jogos pelo Espanyol e assegurou a vitória por 1-0 dos catalães na receção ao Maiorca.

Ligue 1

O Paris Saint-Germain venceu em casa o Lyon (4-2), que teve Anthony Lopes como titular na baliza, para a 24.ª jornada. Os parisienses seguem confortáveis na liderança, com 61 pontos, mais 12 que o segundo, o Marselha, de André Villas-Boas, que venceu por 1-0 na receção ao lanterna-vermelha Toulouse, com um golo de Payet.

A equipa comandada por Villas-Boas já leva 13 jogos seguidos sem perder na Ligue 1 e ainda não sofreu qualquer golo na prova em 2020. Apesar da distância para o PSG, os marselheses conseguiram aumentar a vantagem para o terceiro classificado Rennes (41 pontos), que não saiu de um nulo na receção ao Brest. Já o Lyon somou o terceiro jogo sem ganhar na prova e perdeu várias posições, sendo agora nono, com 33 pontos.

Renato Sanches em grande: médio na Equipa da Semana da Ligue 1
Renato Sanches em grande: médio na Equipa da Semana da Ligue 1
Ver artigo

Destaque para Renato Sanches, que marcou o segundo golo do Lille na vitória por 2-0 em Angers, com um remate rasteiro a ‘fuzilar’ o guarda-redes Butelle. Pelo Lille, além de Renato Sanches, alinharam José Fonte, que capitaneou a equipa ao longo dos 90 minutos, e Xeka, lançado em campo aos 73 minutos, enquanto Tiago Djaló, internacional sub-21 português, não chegou a sair do banco. A equipa segue em quarto lugar com 40 pontos.

O Bordéus, treinado pelo português Paulo Sousa, venceu por 2-1 no terreno do Metz, depois de ter estado a perder, passando a somar 34 pontos no oitavo lugar. A equipa está apenas a um ponto do Mónaco, que também deu a volta no reduto do Amiens e venceu por 2-1. Adrien Silva foi titular e Islam Slimani apontou o golo do triunfo monegasco aos 90+2’.

Sem o lesionado Pedro Mendes, o Montpellier venceu o Saint-Étienne em casa por 1-0 e manteve o quinto posto no campeonato, com 37 pontos, enquanto os forasteiros somaram a terceira derrota consecutiva e seguem no 15.º, com 28.

Bundesliga

O Bayern Munique segurou a liderança da Liga alemã, ao empatar 0-0 na receção ao ‘vice’ Leipzig, que se mantém a um ponto dos bávaros, após o encontro da 21.ª jornada. Pela primeira vez, o Bayern não marcou qualquer golo numa partida da presente edição da Bundesliga, mas conseguiu manter o primeiro lugar, com 43 pontos, mais um do que o Leipzig, embora ambas as equipas estejam agora à mercê do Borussia Mönchengladbach.

O ‘Gladbach’, que é terceiro, com 39 pontos, tem menos um jogo, uma vez que a receção ao Colónia, que estava marcada para este domingo, foi adiada, devido ao mau tempo que está a assolar o norte da Europa.

Jogos em Inglaterra e Alemanha adiados devido ao mau tempo
Jogos em Inglaterra e Alemanha adiados devido ao mau tempo
Ver artigo

Mas há golos de portugueses a destacar. Raphaël Guerreiro marcou um dos golos do Borussia Dortmund na derrota por 4-3 no terreno do Bayer Leverkusen, adversário do FC Porto na próxima eliminatória da Liga Europa. O Dortmund mantém-se no terceiro lugar, com 39 pontos, e pode ser ultrapassado pelo Borussia Mönchengladbach, que tem os mesmos pontos, mas menos um jogo.

André Silva contribuiu com um golo para a goleada caseira do Eintracht Frankfurt (9.º) sobre o Augsburgo, por 5-0. O avançado português foi titular no conjunto de Frankfurt e anotou o terceiro tento da sua equipa, aos 55 minutos, com um cabeceamento certeiro no interior da área, acabando por sair aos 84’ para dar lugar a Gonçalo Paciência.

Noutros campeonatos, Olympiacos e PAOK, treinados pelos portugueses Pedro Martins e Abel Ferreira, respetivamente, venceram Atromitos e OFI Creta, na 23ª jornada da liga grega e prosseguem a luta ‘ombro a ombro’ pelo título.

A tarefa do Olympiacos revelou-se bem mais complicada do que a do PAOK, visto que a equipa de Pedro Martins só chegou à vitória por 1-0 aos 90+1 minutos e através de um ‘reforço de janeiro’, o egípcio Ahmed Hassan, emprestado pelo SC Braga, autor do único golo da partida. José Sá e Rúben Semedo foram totalistas na equipa do Piréu.

O Olympiacos conserva assim a liderança do campeonato, com 57 pontos, mais dois do que o PAOK, que goleou (4-0) na receção ao OFI Creta. Vieirinha, habitual titular, não chegou a sair do banco de suplentes.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.