Andriy Shevchenko comparou os tempos de quarentena face à pandemia da COVID-19 ao acidente nuclear de 1986 em Chernobyl, no seu país natal.

"Vivi um momento parecido, quando tinha nove anos, com Chernobyl", afirmou o antigo futebolista, em declarações à Sky Sport Itália.

O selecionador ucraniano, que está "trancado em casa há quase dez dias", alerta para a importância de respeitar as regras impostas pelos governos.

"A única solução é respeitar as regras do governo, estar em casa e dar a oportunidade aos médicos de fazerem o seu trabalho, que é enorme. Dos enfermeiros aos voluntários, são eles os heróis do nosso tempo", frisou.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.