"Adrien (Rabiot) tomou a decisão" de não renovar seu contrato com o PSG e "é preciso respeitá-la", declarou na terça-feira à noite o capitão do clube, Thiago Silva.

"É difícil, é uma decisão individual, pessoal, e não tens como aconselhar quando o jogador já tomou a sua decisão", afirmou o brasileiro depois da vitória do PSG nas oitavos de final da Taça da Liga francesa contra o Orléans (2-1).

"É uma pena, porque é um grande amigo que eu tinha no balneário, um jogador com muitas qualidades. Mas ele tomou a sua decisão e é preciso respeitá-la, agora temos que pensar nos jogadores que estão aqui e nos que podem chegar".

Sobre a decisão do PSG de não permitir que Rabiot volte a entrar em campo enquanto não renovar o contrato, Thiago respondeu: "Isso não posso comentar. Ele tomou a sua decisão, o clube também. O clube é o mais importante, mais importante que todos os jogadores".

"Eu, como capitão, continuarei ao seu lado, porque é um bom rapaz", completou o defesa.

O brasileiro Marquinhos também comentou a situação de Rabiot: "É um amigo, superámos etapas juntos, é uma pena vê-lo nesta situação, mas ele tomou a sua decisão, o clube tomou uma decisão, não tenho nada a acrescentar".

Rabiot, 23 anos, recusou renovar o contrato com o PSG, que termina no fim da temporada, e a imprensa coloca o médio na mira do Barcelona. Se deixar o PSG no fim do vínculo, o clube não receberá qualquer compensação financeira.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.