Castigo exemplar para Arda Turan. O médio do Basaksehir da Turquia foi suspenso por 16 jogos, depois de ter agredido um árbitro assistente durante o jogo da 32.ª jornada com o Sivasspor, da Liga Turca, ocorrido a 4 de maio.

Turan, ex-Barcelona, caiu junto a linha lateral, num lance com um adversário, aos 90 minutos. O árbitro auxiliar não considerou que tenha havido falta, algo que desagradou ao ex-jogador da Atlético Madrid. Turan empurrou de forma violenta o árbitro auxiliar e foi expulso com vermelho direto. Arda Turan tinha entrado aos 70 minutos de jogo.

Depois de analisada as imagens e de ler o relatório do árbitro, o Comité de Disciplina do futebol turco, decidiu aplicar 10 jogos de suspensão ao jogador pelo empurrão ao árbitro auxiliar, três por ter insultado o juiz principal após ter sido expulso e outros três por ter ameaçado o mesmo árbitro após o vermelho. Além do castigo, o jogador emprestado pelo Barcelona terá de pagar uma multa de 39 mil liras turcas (7,7 mil euros).

Márcio Mossoró, ex-Braga e colega de Turan, também foi expulso e apanhou quatro jogos de suspensão.

A partida terminou empatada (1-1), um resultado que comprometeu seriamente as hipóteses do Basaksehir em chegar ao título, que tem três pontos a menos que o líder do Campeonato Turco, o Galatasaray, a duas jornadas para o fim da temporada.

Jogador temperamental, Turan chegou ao Basaksehir em janeiro emprestado pelo Barcelona, onde não conseguiu mostrar o seu valor, após brilhar no Atlético de Madrid.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.