A Universidad Católica sagrou-se hoje campeão da Liga chilena, depois de a Associação Nacional de Futebol Profissional (ANFP) ter votado a favor da suspensão definitiva do torneio, devido aos protestos e atos de violência no Chile.

A Liga estava interrompida há seis semanas, desde que os protestos começaram, e não tinha sido possível realizar os jogos por motivos de segurança. Com seis jornadas por disputar, o campeão ainda estava por definir, embora a Universidad Católica tivesse uma vantagem de 13 pontos sobre o segundo classificado, o Colo Colo.

A decisão foi tomada numa reunião que envolveu os presidentes dos clubes das primeira, segunda e terceira divisões, que, com 42 votos a favor, três contra e uma abstenção, determinaram conceder o título à Universidad Católica.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.