Zinedine Zidane foi um dos grandes jogadores da história do futebol pela qualidade dos seus pés, mas entrou na “lenda” dos mundiais sobretudo pela forma como usou a cabeça, para o bem e para o mal.

Zidane decidiu a final de 1998 com dois cabeceamentos, que embalaram a França para o seu único título, face ao Brasil (3-0), mas, volvidos seis anos, “estragou” o jogo decisivo de 2006 com uma cabeçada ao italiano Marco Materazzi.

A 9 de julho de 2006, alegadamente em resposta a palavras ofensivas do central transalpino, o “10” gaulês respondeu à cabeçada e foi expulso, aos 110 minutos, conquistando ai, no último jogo da sua carreira, o título de jogador mais indisciplinado da competição.

Em 12 jogos, nas edições de 1998, 2002 e 2006, Zidane viu um total de seis cartões, incluindo dois vermelhos diretos, uma vez que, antes da cabeçada a Materazzi, já havia sido expulso na sua primeira participação na prova.

Recorde-se que a Itália acabaria por conquistar o título mundial de 2006 na marcação de grandes penalidades depois de um empate a 1-1 no tempo regulamentar.

Recorde o momento

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.