Depois do afastamento do luso-moçambicano Daúto Faquira por maus resultados, o seu substituto ainda não pontuou desde que assumiu o comando técnico da formação militar do “Rio Seco”.

No confronto entre as duas equipas mais antigas do Girabola, iniciado em 1979,  os "aviadores" tecnicamente orientados por Sami Matias, sucessor de Ernesto Castanheira, entraram pressionantes junto ao último reduto dos “rubros negros”.

Face ao ascendente do conjunto do aeroporto, o 1º de Agosto consentiu o primeiro golo, aos 29 minutos, por intermédio de Avex, que agradeceu o brinde que lhe foi oferecido pelo guarda-redes Neblu.

A passagem do 42º minuto, aconteceu a mesma ação e com os mesmos protagonistas (Avex que beneficiou mais de uma oferta de Neblu), num resultado que concluiu a primeira etapa do jogo dirigido por Hélder José, da província de Luanda.

No reatamento e já com alterações operadas pelos dois técnicos, os militares equilibraram e carregaram, mas foi o ASA a atingir o terceiro golo (penalty), por intermédio de Bissio, aos 81 minutos.

Já no tempo de compensação (90+2), Guilherme Afonso reduziu para 1-3, para o 1º de Agosto, mas insuficiente para evitar mais um desaire que lhe coloca numa fase bastante preocupante.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.