Numa partida que os rubro-negros apresentaram-se superiores começaram a dar os primeiros sinais aos oito minutos quando o travessão esquerdo do adversário negou o golo de Macaia após cruzamento de Paizo do corredor esquerdo.

Passados 14 minutos cronometrados os militares abrem o placard por intermédio do avançado Mabululu que na entrada da grande área desferiu um forte remate a baliza do Santa Rita sem dar hipóteses de defesa ao guarda-redes adversário.

Nesta fase os pupilos de Dragan Jovic, empolgados procuravam o segundo tento com jogadas ensaiadas no meio campo do adversário e remates de curta e longa distância.

Aos 29 minutos Mabululu, elevou o marcador, após falha do guarda-redes dos católicos do Uige, o avançado levou vantagem e rematou sem dar hipóteses de defesa.

Os visitantes ainda tentaram redimir-se no perto do intervalo quando Yuri na ressaca da bola tirada por Tony Cabaça rematou a escassos metros da baliza dos campeões em título.

Passados três minutos do reatar da partida (47'), Paizo ampliou o marcador depois duma arrancada no corredor esquerdo, tabelou com Ary Papel e culminou com um remate forte.

Sem argumentos para travar o ímpeto” militar” a equipa do Uige voltou a claudicar no minuto 57 numa jogada individual de Ary Papel que isolou-se na grande área adversária e rematou com êxito sem dar hipóteses ao guardião Alex.

Em dia de inspiração Ary Papel fechou a safra com o seu segundo convertido em grande penalidade após o central Lelé controlar o esférico com o braço, o juiz da partida atento marcou o castigo máximo.

Com esse resultado o 1º de Agosto assume a liderança na classificação com 10 pontos.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.