Os avançados do Desportivo da Huíla Kémbua e Lito, recuperados das lesões, e Kumaca, que havia sido dispensado por razões familiares, serão as novidades do segundo classificado do Girabola para o confronto com o Petro de Luanda, segunda-feira para a oitava jornada do Girabola/Zap.

Kémbua tinha uma lesão na perna esquerda e ficou parado por quatro semanas, Lito foi acometido de paludismo, que o impediu por duas semanas, já Kumaca havia sido dispensado por óbito na família.

O experiente central Aly, que padece de uma lesão no joelho direito, e o avançado Chiquinho, que se encontra em Luanda a fazer trabalhos de fisioterapia, são as únicas adversidades.

Em declarações à Angop, o treinador-adjunto do Desportivo da Huíla, Lacerda Chipongue, disse que a equipa está entrosada e moralizada para receber o Petro de Luanda, tarefa que não será fácil, uma vez que os “ tricolores” lutam para conquistar o campeonato.

“É uma semana longa na medida em que vamos jogar daqui a cinco dias, vamos ter uma programação muito cuidadosa e sendo assim as nossas cautelas serão maiores”, disse.

O adjunto de Ivo Raimundo Traça indicou o sector defensivo e o intermédio como fundamentais para travar o favoritismo do Petro de Luanda, e continuar na senda das vitórias.

Lacerda Chipongue apelou, por outro lado, os adeptos, amigos e simpatizantes do Desportivo da Huíla a comparecerem no estádio do Ferroviário, no sentido de puxar para uma vitória dos donos de casa.

O Desportivo da Huíla ocupa a segunda posição do campeonato com 16 pontos, menos dois que o líder 1º de Agosto.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.