A uma jornada do fim, o Desportivo da Huíla, que chegou a ser equipa revelação do Girabola2016 na primeira parte do campeonato, assegurou sábado a permanência na I divisão com triunfo em casa do Recreativo da Caála (1-0) na penúltima jornada.

Os militares do Lubango somaram 33 pontos e beneficiam, em primeira instância, do capricho do calendário que coloca frente a frente duas equipas sob risco de despromoção com pelo menos dois pontos abaixo da sua posição quando há so mais um lugar de despromoção.

O 4 de Abril do Cuando Cubango, tem 31 pontos, depois do empate em casa do Interclube e o ASA, cuja derrota deu o título ao 1º de Agosto na ronda anterior, tem 30. Há a Académica também com 31 pontos, após bater o Kabuscorp, e visita o Inter. Confirmadas estão as descidas do Porcelana FC (última com 18) e 1º de Maio de Benguela (penúltimo com 26).

Como 4 de Abril e ASA jogam entre si, independentemente do resultado, um deles ficará com pontuação inferior aos 33 pontos do Desportivo da Huíla (se empatarem ambos ficam abaixo dos huilanos).

Portanto, a província da Huíla tem vaga assegurada na próxima edição da prova para a qual regressou em 2013, depois de ter sido despromovida na edição 2010. Já foi sexto classificado (2013), décimo primeiro (2014) e sétimo (2015).

A equipa que é hoje a marca do seu treinador, o antigo internacional polivalente Palanca Negras Ivo Traça, luta com determinação e bravura e até foi bem-sucedida na etapa inicial do campeonato em que chegou a ocupar o segundo lugar metade da 1º volta. Porém, reagiu mal à pressão de estar num lugar de destaque e começou a cair até estar à beira da descida.

A classificação definitiva do Desportivo da Huíla depende do seu resultado com o Recreativo do Libolo em casa, em associação com o desfecho da Académica do Lobito (31 pts) em casa do Interclube e do encontro de “aflitos” ASA-4 de Abril.

A Província da Huíla nunca conquistou um Girabola, mas chegou a ser vice-campeão através do Desportivo da Chela.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.