O avançado Yano e o médio Megue, ambos vindos do banco de suplentes, foram os autores dos golos que ditaram a vitória do Petro de Luanda, no estádio dos Coqueiros, frente à Académica do Lobito, por 2-0, em jogo de apresentação do plantel "tricolor" para a época 2019/20.

Yano, reforço que veio do Progresso do Sambizanga, abriu o marcador com remate de livre directo, sem dar hipótese de defesa ao guarda-redes lobitanga Nsesani, aos 57 minutos.

Oito minutos depois foi a vez de Megue, que após ter recebido um passe, driblou o adversário e de muito longe bateu Nsesani, elevando o marcador para 2-0, resultado com que terminou a partida.

Apesar do estágio pré-competitivo na África do Sul, os "petrolíferos" mostraram ligeira insegurança na transição da bola, recuando várias jogadas, sobretudo na etapa inicial, que levariam perigo à baliza oposta se fossem direccionadas para o ataque.

Por sua vez, os lobitangas que se apresentaram-se coesos, rematando inúmeras vezes nos primeiros 45 minutos, viram-se sem suporte defensivo para travar o habilidoso Megue, tendo os seus defesas recorrido constantemente a atitudes faltosas.

O ponta-de- lança Job (por motivo de saúde), Wilson, Musah, Eddie, Karanga, Maguxi, por opção técnica, foram os grandes ausentes.

No Petro de Luanda fizeram parte do encontro: Elber, Natahan, Gerson, Picas, Ari, Megue, Diógenes, Dany, Tuyisenge, Dany, Tyisenge, To Carneiro, Gladilson, Benvindo, Isaac, Herenilson, Tony, Além, Nary, Tomé, Bugos, Danilson, Mualucano, Dos Santos, Kelson, Telmo e Muila.

Treinador: António Cosano.

Já pelo Académica do Lobito jogaram: Nsesani, Nando, Sozinho, Libero, Cruz, Liudala, Lito, Jerry, Geavauy, Cláudio, Maurício, Depú, Zebedeu, Geruauo, Edú, Aléu, Noé, Adi, Cebola e Caubi.

Treinador: Zeca Água.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.