O Kabuscorp do Palanca é um parceiro importante do desporto nacional com jovens atletas e elevada massa associativa, pelo que o Ministério da Juventude e Desportos pede a intervenção da FAF para que a FIFA pondere a sanção de despromoção da equipa de futebol à 2.ª divisão, afirmou o Secretário de Estado para os Desportos, Carlos Almeida.

Em declarações este domingo à imprensa, em Luanda, sobre a orientação de rebaixamento da equipa até segunda-feira (06) caso o clube não prove o pagamento de uma dívida inicial de mais de um milhão de dólares ao jogador brasileiro Rivaldo, disse esperar que a colectividade consiga cumprir com as suas obrigações perante ao seu ex-atleta.

O antigo capitão da seleção de basquetebol reiterando a importância do conjunto para o equilíbrio do Campeonato Nacional de futebol.

A notificação da FIFA chegou ao órgão reitor da modalidade no país na tarde de quinta-feira última e determina que o clube apresente provas de pagamento da dívida até segunda-feira pelos canais oficiais para um caso que iniciou em 2015.

No entanto, os campeões do Girabola'2013 têm ainda uma moratória até ao próximo dia 24 para recorrerem, ainda que lhes seja já aplicada a sanção.

Rivaldo esteve no Kabuscorp na época 2012, tendo marcado 11 golos em 21 jogos.

O Kabuscorp ocupa actualmente o 4.º lugar do Girabola2018/19 com 39 pontos, em prova liderada pelo 1.º de Agosto (61), secundado pelo Petro de Luanda (60).

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.