O Recreativo da Caála deixou-se empatar, este domingo no seu reduto, diante do Progresso do Sambizanga (1-1), para a 18.ª jornada, ao consentir um golo no último minuto do jogo.

Apesar do equilíbrio, os forasteiros foram os primeiros a criar perigo, aos dois minutos, por intermédio de Yano, cujo remate foi travado por uma defesa arrojada do guarda-redes Julião.

Os donos de casa responderem aos 13 minutos, quando Paizinho, isolado por Pedro, na área adversária, não teve génio suficiente para colocar a bola no fundo das redes, já sem guarda-redes.

Daí em diante, ambas equipas passaram a jogar com algumas cautelas, procurando explorar os erros defensivos, para inaugurar o marcador, alternado cruzamentos para área e jogadas de contra-ataque.

Entretanto, a igualdade nula prevaleceu até ao intervalo, fruto das poucas oportunidades de golo criadas. No Reatamento, Yano voltou a ameaçar a baliza dos donos de casa, aos 74 minutos, obrigando Julião a esforçar-se para desviar a trajectória da bola.

Os minutos que se seguiram, os “sambilias” superiorizaram-se em campo, tendo aos 78 minutos Nandinho cabeceado por cima da baliza, quando já se gritava golo.

Não obstante a este ascendente, os donos de casa chegaram ao golo aos 85 minutos, através de Tchitchi, que desviou de cabeça um cruzamento de Malamba. Cinco minutos depois, Maria Pia aproveitou um erro defensivo e repôs a igualdade no marcador.

Com este resultado, as duas formações mantêm as suas posições na tabela classificativa, com os “caalenses” em 8.º, com 22 pontos, e os “sambilas” em 5.º, com 27. O 1.º de Agosto é o líder da prova, com 38 pontos.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.