O Clube Desportivo da Huíla quer consolidar a 3.ª posição do Girabola (46 pontosd), arrecadando os três pontos em disputa no jogo que defrontar este domingo, no Lubango, contra o Sporting de Cabinda (13.º/25 pts), de acerto de calendário referente a 28.ª jornada.

O técnico adjunto do CDH, Hélder Cruz, reconheceu dificuldades à vista pelo potencial competitivo do adversário, acrescido a baixas que o seu plantel apresenta por lesões e castigos federativos. Nesta condição estão Maludi, Jackes, Sargento e Sidney.

“São jogadores preponderantes na manobra da equipa, mas vamos jogar em casa e em casa mandamos nós. Por isso, trabalhamos para arrecadar os três pontos”, afiançou.

Disse as baixas serem consequência da pressão física a que os jogadores são submetidos na fase final da prova, com dois jogos semanais, mas que o seu Clube tem plantel para alternativas e contornar adversidades, neste capítulo.

O CDH chegou sexta-feira ao Lubango, vindo de Luanda onde defrontou e venceu os 11 Bravos do Maquis por 2-1.

A equipa treinou esta manhã, tendo o técnico Mário Soares incidido o trabalho na componente psicológica e na recuperação física dos atletas e afinação de detalhes para o desafio.

O Sporting de Cabinda está na luta pela manutenção na elite do futebol nacional.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.