Os defesas Emilson e Cristiano, assim como o médio Alex, adquiridos Pelo Desportivo da Huíla ao 1.º de Maio de Benguela e Kabuscorp, respectivamente, devem estrear-se este domingo, na 17.ª jornada do Campeonato Nacional de futebol da primeira divisão (Girabola2018), na receção ao Sagrada Esperança, no estádio do Ferroviário.

A confirmação foi feita esta quinta-feira, no Lubango, em entrevista colectiva, pelo técnico, Mário Soares, realçando que estes vão cobrir as ausências de Jó, que foi para o Interclube, Aly, que abandou o clube, e Avex, transferido para o Domant do Bengo.

Disse que ainda está sem sono, porque equipas grandes continuam a assediar os seus jogadores, aguardando ansioso pelo fecho do mercado de transferências.

“Peço aos dirigentes de diferentes formações que respeitem o Desportivo da Huíla, porque não um lar de infância, onde cada um pode ir buscar órfãos, porque a formação de um jogador tem custos”, apelou.

“Nós somos um plantel com 30 atletas e cada um tem seu espaço no plantel e sentimos magoados com as substituições forçadas”, continuou.

Assegurou que mesmo assim a equipa está “forte” e empenhada, estando a procurar uma gestão equilibrada, para que possa produzir bons resultados.

Quanto ao jogo em si, Mário admitiu que a mudança do técnico pode arrastar consigo outros efeitos psicológicos, imprimindo uma nova dinâmica, mas que está preparado.

O Desportivo da Huíla é quarto classificado, com 22 pontos, numa prova liderada pelo 1º de Agosto, com 32.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.