A direcção do Clube Desportivo da Huíla (CDH) anunciou esta segunda-feira a dispensa dos jogadores Varito (guarda-redes), Maludi (defesa central), Jojó (lateral direito) e Cirilo (médio) quando faltam poucas semanas para o arranque da época desportiva.

Segundo o director administrativo da formação huilana, Ezequias Domingos, o facto decorre da fraca prestação dos visados na época passada.

Falando à Angop, no Lubango, a propósito do início esta tarde da preparação visando o Girabola2019/20, afirmou ser objectivo do clube manter ou melhorar a terceira posição da edição anterior.

Disse estar em curso a contratação ao menos de três atletas, sendo um guarda-redes, um defesa central e um médio, confirmando em seguida a manutenção da equipa técnica, liderada por Mário Soares.

Sobre o palco na condição de anfitrião, o membro de direcção do CDH afirmou que mantém-se o estádio Ferroviário, apesar de ainda em obras de melhoria da relva. Enquanto isso, a alternativa será o estádio do Benfica do Lubango.

O Desportivo da Huíla foi fundado dia 7 de Março de 1998, sob iniciativa do general Francisco Pereira Furtado, seu primeiro presidente, na altura nas vestes de comandante da Região Militar Sul.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.