As contratações de Dolli Menga (vindo do Chipre), Jacques Tuyisenge (oriundo do Gormaía do Quénia) e Adriano Nicolau "Yano" (ex-Progresso do Sambizanga) são reforços que podem ajudar o Petro de Luanda a resgatar o título dez anos depois.

A afirmação é do técnico "tricolor", António Cosano, em declarações nesta quarta-feira à Angop, no Aeroporto Internacional 4 de Fevereiro, em Luanda, no regresso da equipa de um estágio de 20 dias na África do Sul.

O espanhol disse estar o conjunto compenetrado no cumprimento do objetivo de vencer o Girabola2019/20, que inicia dia 16 de Agosto, acrescentando que a sua convicção advém dos níveis alcançados na preparação, união e motivação do grupo.

Durante o estágio na África do Sul, os "petrolíferos" realizaram sete jogos, com saldo de três vitórias, duas derrotas, igual número de empates. Marcaram 12 golos e sofreram oito.

Domingo, o Petro defronta às 15 horas a Académica do Lobito, no estádio dos Coqueiros, em Luanda, em desafio de apresentação oficial do plantel.

Dia 16, na 1.ª jornada do Girabola, o Petro de Luanda devia jogar com o Benfica do Lubango, mas este adversário anunciou recentemente a sua desistência da prova por motivos financeiros.

O Petro de Luanda é a equipa mais titulada do Girabola com 15 troféus, o último dos quais conquistado em 2009.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.