O Barcelona precisa urgentemente de 265 milhões de euros para 'atacar' o mercado de transferências e reforçar o plantel da equipa principal de futebol. De Jong, De Ligt e Griezmann são prioritários, sendo que o primeiro já está contratado. Quem o garante é o jornal espanhol 'Marca'.

Escreve aquela publicação que os catalães também pretendem um lateral esquerdo para lutar com Jordi Alba pelo lugar e também de um guarda-redes, caso o holandês Cillessen deixe o Barcelona. Apesar de ser um clube com grande estabilidade financeira, o Barcelona terá de ter em conta o fair-play financeiro e manter um certo equilíbrio entre compras e vendas.

Frenkie De Jong já assinou, num negócio de 75 milhões de euros para o Ajax. O jovem médio holandês deverá fazer-se acompanhar do seu colega Matthijs de Ligt, um dos defensores mais apetecíveis do mercado. O Barcelona terá de desenbolsar 70 milhões de euros pelo central. Os restantes 120 milhões serão para bater a cláusula de rescisão de Antoine Griezmann, jogador que já anunciou a sua saída do Atlético Madrid.

Com o negócio de De Jong já fechado, faltam 190 milhões para atacar os outros dois jogadores. Os blaugrana terão de vender alguns atletas do plantel principal e, neste momento, há vários nomes na porta de saída, dois deles portugueses.

Escreve a Marca que Nelson Semedo quer jogar mais minutos e que, para tal, está disposto a deixar Camp Nou. O internacional português tem mercado em Inglaterra e Itália mas o Barcelona já avisou que o lateral não está à venda. A vontade de Nelson Semedo poderá levar a direção liderada por Josep Maria Bartomeu a aceitar ofertas pelo jogador, mas nunca abaixo dos 35 milhões de euros. Se sair, o seu lugar poderá ser ocupado por Wague.

Outro português que tem as portas de saída abertas é André Gomes. O médio contratado ao Valência nunca conseguiu impor-se no Camp Nou mas esta época mostrou qualidades no seu empréstimo ao Everton. Os 'toffies' querem a compra definitiva do campeão europeu mas também o Tottenham está interessado nos serviços do médio criativo, que deverá render entre 25 a 30 milhões de euros.

O guarda-redes Jasper Cillessen, que já foi apontado ao Benfica, também pretende sair para ter mais minutos e deixar de estar na sombra de Ter Stegen. Os blaugrana só aceitam vender por 30 milhões de euros. A possível chegada de De Ligt empurraria Samuel Umtiti para a porta de saída, apesar de o francês ter declarado o seu amor ao clube. As suas constantes lesões podem ser uma entrave à uma possível saída, sendo que o Barcelona pretende encaixar 40 milhões de euros com a sua venda.

Na porta de saída está também Philippe Coutinho. O craque brasileiro nunca conseguiu justificar os 120 milhões de euros pagos por ele e os adeptos já perderam a paciência com as exibições do médio. O clube pretende recuperar o que investiu, pelo dificilmente aceitará uma proposta abaixo dos 100 milhões de euros, escreve a 'Marca'.

Cucurella, que estava emprestado Eibar, onde brilhou, será recomprado por oito milhões de euros e vendido depois por, no mínimo, 10 milhões. De saída está ainda Raphinha, muito fustigado por lesões, e ainda Malcolm, jogador que custou 41 milhões de euros no último verão.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.