Uma grande penalidade apontada pelo francês Kevin Gameiro, aos 78 minutos, valeu hoje ao Atlético de Madrid um triunfo por 1-0 no reduto do Alavés, em encontro da 35.ª ronda da Liga espanhola de futebol.

Num embate em que apresentou uma equipa alternativa, a pensar na segunda mão das meias-finais da Liga Europa, face ao Arsenal, o conjunto ‘colchinero’ conseguiu manter-se com mais quatro pontos do que o Real Madrid, na luta pelo segundo posto.

A formação madrilena teve mais uma ocasião de ‘ouro’ para marcar, mas, aos 71 minutos, Fernando Torres, em época de despedida, não conseguiu bater Antonio Sivera, na primeira de duas faltas na área cometidas pelo ganês Mubarak Wakaso.

Na tabela, liderada pelo FC Barcelona, que só precisa de empatar hoje na Corunha para somar o 25.º título, o Atlético de Madrid passou a contar 75 pontos, contra 71 do Real Madrid, enquanto o Alavés manteve-se com 41, no 13.º posto.

Antes, no primeiro encontro do dia, o Getafe perdeu uma excelente ocasião para reforçar o sétimo lugar, ao ficar-se por uma igualdade a um golo na receção ao Girona, num embate em que desperdiçou uma grande penalidade.

O senegalês Amath Diedhiou adiantou os locais, aos 18 minutos, mas, aos 43, Damian Suarez foi expulso e, aos 45, o uruguaio Christian Stuani restabeleceu a igualdade, de penálti. Aos 58, Jorge Molina também teve um castigo máximo, mas falhou.

O Getafe é sétimo, com 49 pontos, contra 48 do Sevilha (menos um jogo), oitavo, e 48 do Girona, nono.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.