O Atlético de Madrid anunciou, na passada quarta-feira, a contratação mais cara da história do clube. A equipa da capital espanhol vai pagar aproximadamente 127,2 milhões de euros por João Félix, que assinou pelos ‘colchoneros’ para as próximas sete temporadas

Com esse dinheiro, o Atlético está muito perto da meta dos 800 milhões de euros (794.1, para ser precisos) em contratações desde que Diego Simeone assumiu o comando da equipa.

Contudo, além de gastar, o treinador também soube potencial bem os seus jogadores, tendo o clube encaixado 712.85 milhões de euros em vendas. Mesmo com um saldo negativo de pouco mais de 80 milhões de euros, esta receita pode aumentar com a venda, ainda este verão de Antoine Griezmann.

As dez contratações mais caras do Atlético de Madrid

Recorde-se que o Barcelona pode ser um dos interessados, podendo o passe ser vendido na totalidade ou integrado numa venda que interessa ao Atlético de Madrid, como é o caso de

Os 794 milhões gastos aumentarão quando o Atlético decidir pagar os 55 milhões que o Chelsea pede por Morata, embora ainda seja necessário analisar de que forma a operação será feita.

As dez vendas mais lucrativas do Atlético de Madrid

Ainda há muito verão pela frente, mas o dinheiro que será pago por Griezmann faz prever que o saldo seja positivo para o Atlético de Madrid. No dia 3 de julho assinalou-se o recorde do Atlético, tanto em despesas e receitas numa temporada.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.