O Barcelona terminou o exercício de 2018/2019 com a venda de quatro jogadores, pelos quais recebeu 77,4 milhões de euros. Os blaugrana venderam o guarda-redes holandês Cillessen, o médio português André Gomes, os avançados espanhóis Denis Suárez e Marc Cardona e o lateral Marc Cucurella.

A estas vendas, se juntam as que foram feitas depois de 1 de julho de 2018 e também no mercado de inverno, num total de 144,4 milhões de euros. No último exercício, a direção liderada por Bartomeu arrecadou 221 milhões de euros em vendas, um valor recorde na história do emblema catalão.

Se tivermos em conta que eram jogadores que não contavam para o treinador Ernesto Valverde, pode-se dizer que a direção do Barcelona esteve muito bem no mercado. As exceções são Cillessen, que entrava nas contas do treinador mas pediu para sair e Paulinho, cuja oferta era irrecusável. O clube tinha como objetivo fazer 131 milhões de euros em vendas no exercício 2018/2019, valor que foi ultrapassado.

A atuação do clube neste mercado de transferência, diz o jornal 'Marca', é atacar jogadores que sejam úteis ao projeto desportivo mas também atletas que possam ser valorizados e vendidos depois, para realizar mais-valias.

Mas o clube poderá não ficar por aqui. Há jogadores que ainda podem sair, como são os casos de Coutinho e Dembelé, atletas que custaram muito aos cofres do Barcelona. O Barcelona espera fazer dinheiro suficiente para atacar em força o mercado: os alvos são Antoine Griezmann, que deverá ser formalizado nos próximos dias e ainda Neymar. Os culés deverão bater a cláusula do francês, fixada em 120 milhões de euros desde 1 de julho.

O regresso do craque brasileiro está a ser estudado pela direção liderada por Bartomeu mas não se adivinha fácil. O PSG não deverá querer vender o jogador por menos de 222 milhões de euros, dinheiro que pagou por ele para o tirar do Barcelona em junho de 2017. Mas os dirigentes do clube francês já admitem negociar o craque de 27 anos, mergulhado em muitas polémicas fora dos relvados.

Os 14 jogadores vendidos pelo Barcelona em 2018/2019

Paulinho (50M, Guangzhou)
Cillessen (35M, Valencia)
Yerry Mina (30,2M, Everton)
André Gomes (25M, Everton)
Alcácer (23M, Borussia Dortmund)
Digne (20,2M, Everton)
Denis Suárez (12,9M, Celta de Vigo)
Aleix Vidal (8,5M, Sevilla)
Marlon (6M, Sassuolo)
Arnáiz (5M, Leganés)
Marc Cardona (2,5M, Osasuna)
Cucurella (2M, Alavés)
Munir (1M, Sevilla)
Ruiz de Galarreta (0,5 M Las Palmas)

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.