O surto de Covid-19 já fez 8.189 mortos em Espanha, num total de 94.417 casos positivos, segundo dados publicados na manhã desta terça-feira. A Espanha superou a China e já é o terceiro país com mais casos, apenas ultrapassado pelos Estados Unidos da América e pela Itália.

A maior parte das vítimas são pessoas maiores de 70 anos, ou já com problemas de saúde.

A pandemia parou o mundo do desporto, principalmente o futebol, a modalidade que mais está a perder com o surto de Covid-19 no mundo. Na Europa vão multiplicando-se casos de solidariedade, como a que fez o Bétis de Espanha, onde joga o português William Carvalho. O emblema andaluz está a ligar a todos os seus sócios com mais de 70 anos, para oferecer-lhes companhia e ajuda, em caso de necessidade.

De acordo com o jornal 'El Pais', o Bétis tem 50.373 sócios, sendo que 2100 deles tem 70 anos ou mais.

A ideia surgiu de um grupo de funcionários do clube, nos primeiros dias de isolamento em Espanha. O presidente Angel Haro deu 'luz verde' a iniciativa, formou-se uma comissão que começou a pedir voluntários para levar a cabo a iniciativa denominada,'o Bétis mais perto'.

Os dirigentes e empregados começaram a contactar os mais velhos, num total de 263 sócios. Foram-lhes feitas perguntas para se preencher uma ficha sobre a situação de cada um. São perguntados, por exemplo, se está tudo em ordem, principalmente as necessidades mais básicas. Conversam com os mais velhos, principalmente sobre o clube, o seu passado, presente e futuro. Caso seja detetado algum problema, os funcionários encaminham o caso para a Fundação do clube que entra em contacto com os serviços sociais e com outras organizações que podem solucionar o problema.

Após o primeiro contacto, estabelece-se prazos para as próximas chamadas, para que se possa minimizar o impacto do Covid-19 no grupo mais vulnerável (pessoas com 60 anos ou mais), nestes dias de isolamento.

Antes do Bétis, a AS Roma tinha feito algo semelhante em Itália. O clube treinado por Paulo Fonseca criou uma campanha de distribuição de bens alimentares e produtos sanitários aos seus sócios com mais de 75 anos, como forma de os ajudar a protegerem-se do Covid-19.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.