Uma nova polémica está a estalar em Espanha. O presidente do Villarreal revelou que o Real Madrid ofereceu sacos de brindes aos árbitros da partida disputada entre as duas equipas.

"Gil Manzano [árbitro principal] saiu do estádio com sacos do Real Madrid, isso não me agrada", referiu Fernando Roig.

Segundo o jornal espanhol Marca, Roig deixou suspeitas sobre a atuação da equipa do apito, tendo em conta um penálti marcado a favor dos 'blancos', muito contestado pela equipa do 'submarino amarelo'.

O Comité de Arbitragem já veio confirmar à publicação espanhola de que este 'famoso saco' que o Real Madrid entregou aos árbitros só teria produtos de merchandising sem nenhum valor material.

"No saco vinham porta-chaves, pin e canetas", revelou o organismo. "Seis ou sete porta-chaves, três ou quatro canetas e 15 ou 20 pins".

Esta é uma prática habitual no mundo de futebol. É costume também os árbitros receberem uma camisola com o nome do encontro que se jogou. A maioria dos clubes de futebol dão algum tipo de recordação aos árbitros que apitam os seus jogos. E até os adversários. Numa foto publicada nas redes sociais, o jogador do Espanyol, Jurado, abandona o jogo com um saco do Real Madrid, depois das duas equipas se defrontarem.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.