O diário espanhol 'Marca' acaba de adiantar, na tarde desta sexta-feira, que Iker Casillas vai regressar ao Real Madrid. O guarda-redes, cujo vínculo com o FC Porto expirava a 30 de junho deste ano e que, em virtude de um problema cardíaco, não joga desde maio de 2019, vai agora, segundo aquele jornal, trabalhar próximo do atual presidente do único clube que conheceu para além dos 'dragões', Florentino Pérez, na qualidade de assessor, com as suas futuras competências a ficarem definidas nas próximas semanas.

Segundo aquela publicação, Florentino considera ser importante ter Casillas na estrutura do clube e Iker estará de acordo, devendo assumir um papel semelhante ao que Zidane, atual treinador dos 'merengues', chegou a ter no clube madrileno.

A 'Marca' escreve que Casillas esperará apenas pelo dia 1 de agosto, data em que o FC Porto disputa a final da Taça de Portugal contra o Benfica, para se desvincular em definitivo dos 'dragões' (dado o estender da temporada devido à COVID-19) e poder confirmar, então, o regresso ao Real, agora como dirigente.

Estarão assim esquecidos os episódios que levaram ao 'adeus' de Casillas ao Real Madrid, então pela 'porta pequena', há cinco anos, e a 'Marca' assegura que a ida de Iker Casillas totalmente encaminhada, assegurando que este fará já parte da estrutura do clube quando a nova temporada arrancar, em setembro.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.