O Celta de Vigo, orientado pelo treinador português Miguel Cardoso, perdeu hoje dois pontos em casa ao empatar sem golos frente ao Leganés, na abertura da 16ª jornada da I Liga espanhola de futebol.

Não obstante ter um domínio quase absoluto em termos de posse de bola ao longo dos 90 minutos, 80 por cento contra 20, a verdade é que o Celta só nos últimos vinte minutos procurou verdadeiramente chegar ao golo.

Nos primeiros 70 circulou exaustivamente a bola na zona do meio-campo, mas sem capacidade para penetrar na defesa do Leganés, que defendia com 10 homens atras da linha da bola, à entrada da sua área, e procurava contra-atacar quando lhe era permitido.

De resto, nesse período esteve o Leganés mais perto do golo, e só nos últimos 20 minutos é que o Celta aumentou a intensidade e a pressão sobre a defesa visitante, criando três oportunidades de golo que não concretizou por mérito do guarda-redes Ivan Cuellar e algum azar com dois remates aos ferros da baliza.

É o primeiro empate do Celta sob o comando técnico de Miguel Cardoso, que soma ainda duas vitórias e uma derrota na liga espanhola, e que deixa a equipa na oitava posição, com 21 pontos, mas tem o Getafe, o Girona e o Espanyol em nono, 10.º e 11.º, respetivamente, com os mesmos pontos e menos um jogo.

Por seu lado, o Leganés arrancou um precioso ponto em Vigo, quedando-se na 16ª posição, com 18 pontos. O FC Barcelona lidera com 31 pontos, seguido do Sevilha e do Atlético Madrid, ambos com 28, e do Real Madrid, com 26.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.