Os futebolistas do FC Barcelona e do Getafe vão entrar no sábado em campo, no Camp Nou, acompanhados de crianças chinesas, numa manifestação de apoio à crise sanitária vivida na China, com o coronavírus, agora chamado de vírus Covid-19.

Na subida ao relvado, as camisolas das crianças terão a inscrição ‘Juntos somos mais fortes’ e em mandarim a frase ‘Ânimo China’ e no centro do relvado também será colocada uma tarja com as mesmas inscrições.

O clube quer aproveitar a sua expressão mundial para mostrar “solidariedade e apoio à China”, segundo explica o FC Barcelona na sua página oficial, lembrando os 1.380 mortos e 63.851 infetados.

Com esta iniciativa, o ‘Barça’ diz ainda querer enviar uma mensagem “contra a estigmatização e casos de discriminação” sentidos por cidadãos chineses desde o surgimento do novo coronavírus (covid-19).

O FC Barcelona mantém uma estreita ligação desportiva e social com a China e desde 2013 tem uma delegação permanente em Hong Kong, sendo o clube europeu mais conhecido no país, segundo um estudo da empresa Kantar efetuado no último ano.

A equipa do ‘Barça’, que esta época já substituiu o treinador, com a saída de Ernesto Valverde e a entrada de Quique Setién, é segunda na Liga espanhola, e recebe no sábado, a partir das 15:00, o Getafe, terceiro, a sete pontos.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.