Cristiano Ronaldo deixou o Real Madrid há duas temporadas, mas a sua passagem de nove temporadas pelo clube espanhol, do qual se despediu com uma média superior a um golo por jogo, continua bem presente na memória de todos aqueles que têm ligação ao clube 'merengue'.

O último a dar conta disso e da falta que CR7 faz ao Real foi o antigo internacional alemão Uli Stielike, que entre as décadas de 1970 e 1980 vestiu por mais de 300 vezes a camisola da formação madrilena.

"Cristiano só há um, por isso é normal que qualquer equipa precise de algum tempo de adaptação quando sai uma peça fundamental", sublinhou Stielike, que apontou um total de 50 golos pelo Real Madrid entre 1977 e 1985 em declarações ao jornal espanhol 'As'.

Stielike falou ainda do valor desembolsado por alguns jogadores contratados pelo Real após a saída de Cristiano Ronaldo, como por exemplo o jovem brasileiro Vinícius Júnior, por quem os 'merengues' pagaram 45 milhões de euros ao Flamengo. "Nem Vinícius, nem qualquer outro jogador dessa idade vale esse dinheiro. É lamentável que se paguem esses preços", frisou o agora treinador, que como jogador representou por 42 ocasiões a República Federal da Alemanha.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.